100 Dias de Arte: dia 30 – John Bolton

O trabalho do premiado artista John Bolton certamente vai te intrigar, excitar e incomodar. Um artista altamente qualificado e assustadoramente imaginativo, as técnicas clássicas de Bolton pintam uma vantagem realista para horror e fantasia.


John tinha sete anos quando ele encontrou um pincel e foi amor à primeira vista, foi a chance  de tirar o que via em sua mente e colocar no papel. Assim, começou uma ambição de criatividade ao longo da vida, com influências adquiridas de uma grande variedade de fontes, mas todas ligadas por um tema subjacente – o interessante e o bizarro.


John colaborou com alguns dos mais prestigiados escritores de quadrinhos, como Neil Gaiman, Chris Claremont, Mike Carey e Clive Barker. Em filmes, ele trabalhou com Robert Zemeckis, Sam Raimi e Jonathan Glazer.

A inspiração não vem de influências externas, mas da história que ele está ilustrando, o estilo decorre do conteúdo e da emoção de uma história particular.

Ele tem uma abordagem inovadora para a arte sequencial. Penetra profundamente em sua imaginação para encontrar algo nunca visto antes.

Suas pinturas etéreas de vampiros-mulheres e criaturas mágicas fizeram seu trabalho muito procurado por colecionadores de todo o mundo.

Ao longo dos últimos dois anos, John trabalhou em uma bela história macabra escrita por Lovern Kindzierski chamada Shame (Vergonha) e publicada por Renegade Arts Entertainment.

Esta dica veio do Ricardo Quintana, e para saber muito mais sobre quadrinhos e criar os seus, conheça os cursos de História em Quadrinhos, Quadrinização e Narrativa Visual.

...Shares
Esta entrada foi publicada em Noticias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta