Paraíso Perdido

Vivemos em um momento interessante na publicação de quadrinhos no Brasil. Em meio à crise econômica, editoras resolveram publicar quadrinhos em menor tiragem mas com qualidade às vezes melhor do que em seu país de origem. Os maiores exemplos são a Pipoca & Nanquim e a Darkside Books.

Falamos sobre Moby Dick da Pipoca e Nanquim e hoje falaremos sobre Paraiso Perdido da Darkside.

Depois de publicar quadrinhos como Meu Amigo Dahmer e Black Hole, a Darkside chega a seu melhor momento com a publicação de Paraíso Perdido, uma adoração do poema clássico de John Milton pelo espanhol Pablo Auladell.

O poema épico de Milton trata da revolta do anjo Lucifer e suas consequências para a criação da humanidade, do pecado e da morte. Originalmente publicado em 1667 este clássico da literatura é comumente celebrado pela criação da figura do anti-herói.

O anjo caído acaba parecendo para alguns um herói trágico ao invés do antagonista. Cabe ao leitor da adaptação em quadrinhos opinar se esta versão deixa passar esta mesma impressão.

A adaptação de Auladell, que usa o poema em sua forma original e na íntegra se diferencia pela arte. As grandes influências na ilustração parecem ser pintores como William Blake e Bosch.

Para os leitores habituais a experiência de ler Paraíso Perdido se diferencia pela arte sem igual. Para os leitores ocasionais é uma versão lindíssima de um clássico para conhecer e apreciar.

 

...Shares
Esta entrada foi publicada em Noticias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta